Atlético-GO

Em situação complicada no Brasileirão, Atlético-GO pode ter mais uma dor de cabeça nos próximos jogos; entenda

Técnico e meia do Dragão podem ser denunciados após expulsão

Por: Danyela Freitas 14/09/2022 09:09

Depois de ser eliminado pelo São Paulo na semifinal da Sul-Americana, o Dragão agora concentra todas as suas forças no Brasileirão. No entanto, o time goiano vem se complicando no campeonato nacional. Em resumo, nas últimas cinco rodadas, o Atlético-GO sofreu duas derrotas e empatou nos outros dois jogos.

Com isso, a equipe rubro-negra segue na 19ª colocação, com 22 pontos. De acordo com dados do Departamento de Estatísticas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), atualmente, o Dragão tem 90,9% de probabilidade de rebaixamento. Entretanto, ainda faltam 12 rodadas para o fim do Brasileirão.

Leia mais sobre o Dragão:

https://batershopp.com.br/

Para o próximo duelo, a equipe goiana não contará com o técnico Eduardo Baptistaexpulso contra o Coritiba na rodada passada. Além dele, o meia Jorginho também recebeu o cartão vermelho após a partida. Por fim, o atacante Luiz Fernando recebeu o terceiro cartão amarelo e, assim, cumprirá suspensão.

Mais dor de cabeça para o Atlético-GO

Na reapresentação da equipe nesta terça-feira (3), o próprio Jorginho precisou sair para fazer exames por conta de dores no tornozelo. Somado a isso, o Atlético-GO pode ter mais uma dor de cabeça. Segundo o repórter Pedro Henrique Geninho, das Feras do Esporte, o meia e o técnico Eduardo Baptista, expulsos na partida contra o Coritiba, deverão ser denunciados no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) a partir do artigo 258.

Dessa forma, treinador e jogador poderão pegar de um a seis jogos como punição. Em resumo, de acordo com a súmula, o técnico teria reclamado contra as decisões da arbitragem e falado para o árbitro Vinícius Gonçalves Dias: “Você não marca nada. É um bunda mole mesmo”.

Já o meia Jorginho, também de acordo com a súmula, teria proferido xingamentos ao árbitro: “Você é fraco, seu ladrão safado”. Por fim, a partir do artigo 243-F, o atleta e o técnico do Dragão também podem ter que pagar multa de R$ 100 a R$ 100 mil, além das punições citadas. Assim, o departamento jurídico rubro-negro já se prepara para fazer a defesa.

2 Comentários

  1. José Teixeira Rezende Neto disse:

    Neu dos dois fazer falta nao deveriam ter contratados principalmente ó Jorginho

  2. José Rogério da Silva disse:

    Nada de novo! As coisas estão voltando ao normal lá pelos lados da Campininha. Houve alguns arroubos de time grande por uns dias mas já passou.

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast