Goiás

De olho no Esmeraldino! Com três jogos fora de casa, confira agenda de outubro do Goiás

O Verdão segue em busca dos ’45 pontos mágicos’ para fugir do rebaixamento

Por: Danyela Freitas 03/10/2022 11:11

Finalizando setembro com dois jogos em casa, o Esmeraldino inicia o mês de outubro jogando fora de seus domínios. Atualmente, o Goiás ocupa a 12ª colocação, com 37 pontos. A equipe goiana busca chegar aos ’45 pontos mágicos’ para fugir de vez do rebaixamento. No entanto, por enquanto, o clube segue na faixa de classificação para a Copa Sul-Americana do próximo ano.

Dessa forma, tentando manter uma boa campanha no returno do Brasileirão, o Goiás tem cinco jogos neste mês de outubro. Além disso, o atacante Pedro Raul, com 15 gols, busca a artilharia do campeonato, que pertence a Germán Cano, do Fluminense, que marcou 16 gols. Por fim, com as Feras do Esporte, confira os confrontos do Esmeraldino em outubro.

Confira agenda de outubro do Goiás

  • Quarta-feira (5) – 19h: Ceará (fora)
  • Domingo (9) – 11h: Internacional (fora)
  • Sábado (15) – 19h: Corinthians (casa)
  • Domingo (23) – 18h: Cuiabá (fora)
  • Quarta-feira (26) – 21h45h: América-MG (casa)

Goleiro Tadeu promete ‘volta por cima’ do Esmeraldino

No último sábado (1), pela 29ª rodada do Brasileirão, o Esmeraldino perdeu para o Fortaleza e, com isso, chegou à sua segunda derrota consecutiva em casa. Anteriormente, o Goiás já havia sofrido outro revés em duelo contra o Botafogo, na última quarta-feira (28). A partir disso, na zona mista, o goleiro Tadeu falou sobre a partida contra o Leão e garantiu que, agora, é ‘olhar para frente’. 

Pela expectativa que foi gerada nesses dois jogos em casa, é difícil. Trabalhamos pensando que, com esses dois possíveis resultados positivos, já nos deixaria com nosso primeiro objetivo, que é a permanência na Série A, praticamente certo. No entanto, não aconteceu. Passou. Não dá para ficar lamentando.

Temos sempre que olhar para frente. Além disso, precisamos olhar o que fizemos de bom. Agora, temos mais outros dois jogos difíceis fora de casa. Com isso, precisamos voltar com o máximo possível de pontos na bagagem para entrarmos naquela zona dos 40 pontos e nos aproximar do nosso primeiro objetivo. De toda forma, temos totais condições de voltar para casa com vitória.

Já mostramos que somos capazes. Não vai ter terra arrasada, porque precisamos olhar para frente e trabalhar. Tenho certeza de que vamos dar a volta por cima e de que essas duas derrotas em casa não vão abalar nenhum pouco nosso grupo.”

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast