Goiás

Artilheiro do Brasileirão, Pedro Raul explica comemoração, revela vontade de continuar no Brasil e desvia de pergunta sobre futuro: “em novembro ou dezembro eu respondo”

Atacante lamentou ter tomado o terceiro cartão amarelo e não poder enfrentar o Botafogo na próxima rodada

Por: Danyela Freitas 23/09/2022 08:15

No início da semana, o site Torcedores.com publicou que o empresário de Pedro Raul estava com conversas avançadas com clubes europeus, especificamente com o Bologna, da Itália, e também com o Nantes, da França. No entanto, na quinta-feira (22), em entrevista à Rádio Bandeirantes de São Paulo, o atacante revelou sua vontade de permanecer no futebol brasileiro.

A saber, o atual artilheiro do Brasileirão, que pertence ao Kashima Reysol, do Japão, foi emprestado ao Goiás até dezembro deste ano. Além disso, Pedro Raul tem contrato com o clube japonês até dezembro de 2023. A partir disso, de acordo com informações do jornalista Jorge Nicola, o Corinthians estaria disposto a desembolsar até R$ 18 milhões pelo centroavante.

Leia mais sobre o Goiás:

Pedro Raul comemora boa fase no Brasileirão e explica comemoração que resultou em cartão amarelo contra o Bragantino

Está sendo um ano muito bom. Estou conseguimos desempenhar um bom futebol e ajudar meus companheiros. Com isso, estamos caminhando humildemente focados em buscar nossos objetivos. O primeiro deles é chegar aos 45 pontos, o número mágico para se manter na Série A. […] É um assunto chato [sobre comemoração]. Infelizmente tive que lidar com isso no último domingo (18) [em jogo contra o RB Bragantino].

Eu comemoro meus gols dessa forma. Já comemorei assim em vários estádios, tanto jogando fora de casa quanto jogando em casa. É um costume meu. No entanto, dessa vez, o árbitro achou que eu estava provocando. A torcida do Goiás estava do outro lado. Eu teria, então, que ter atravessado o campo correndo para comemorar lá? Sendo que a cobrança de pênalti foi ali.

É difícil de entender. A torcida rival xingou e fez o papel dela que é tentar colocar pressão e de desconcentrar o jogador adversário, mas, quando fazemos um gols, não podemos fazer nossa comemoração? Depender de interpretação de árbitro é difícil. Portanto, não sei se voltarei a comemorar dessa forma.

Porém acredito que sim, porque é a minha comemoração, gosto de comemorar assim, é como gosto de expressar meu momento de felicidade. Agora, por conta do terceiro cartão amarelo, vou ficar de fora de um jogo que é muito importante para o clube e para mim.

[…] Geralmente, quando você está jogando fora de casa, a torcida fica te oprimindo e falando coisas para você. Então, quando você faz o gol, você quer ouvir os torcedores rivais continuarem falando. É uma comemoração que eu gosto de fazer. Vejo o Memphis Depay, do Lyon, fazendo na Europa, acho uma comemoração legal, aí aderi. Contudo, pelo visto, estão querendo que a gente pare de comemorar gol.”

Atacante revela vontade de permanecer no Brasil

Tive uma experiência complicada no Japão por causa da pandemia. Portanto, não tenho interesse em voltar para o Japão. Meu foco é terminar o ano aqui no Goiás e, depois, ver qual será meu próximo passo, mas ficar no Brasil é uma ideia que eu tenho, sim.”

EURODIESEL NOTICIA

Para finalizar, o entrevistador perguntou a Pedro Raul se, em 2023, o atacante estará morando em São Paulo. Confira resposta:

Essa perguntinha aí vou deixar para responder em novembro ou dezembro”, disse o atacante bem-humorado.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast