Atlético-GO

Umberto Louzer mira clássico contra Vila Nova em casa e assegura: “o mais importante é se impor”

Dragão recebe o Tigre neste sábado (19)

Por: Danyela Freitas 18/03/2022 16:56

Primeiramente, neste sábado (19), ocorre o clássico entre Atlético-GO x Vila Nova, pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Goiano. A partir disso, Umberto Louzer, treinador do Dragão, projetou o duelo e analisou a importância deste jogo. Confira com as Feras do Esporte!

“O Vila Nova tem um treinador no comando há muito tempo. Portanto, ele tem conhecimento do grupo. É uma equipe que vem crescendo também. Podemos ver uma evolução de ambas as equipes, tanto nossa quanto do rival. O clássico tem uma conotação maior. Sendo assim, esse tipo de jogo mobiliza, e você tem que estar com o espírito, tem que estar preparado mentalmente para que você consiga potencializar suas capacidades técnica, tática e física que um jogo desse tamanho exige bastante.

Em resumo, está valendo uma vaga na final. Você tem que saber viver o jogo, jogar o jogo e, dentro de casa, saber se impor sobre o seu oponente. Além disso, precisamos neutralizar os pontos fortes do adversário, que são vários, temos que fazer aquilo que gere desequilíbrio ao sistema defensivo do adversário. No entanto, o mais importante é se impor. Eu acredito muito que o futebol é um jogo de imposição, de organização e é isso que temos que levar para dentro de campo.”

EURODIESEL NOTICIA

Umberto Louzer explica importância do clássico e do poder individual de cada jogador

“Clássico é um jogo muito estudado, muito competitivo. O clássico existe de você uma força mental, um entendimento do jogo, porque, dentro dos 90 minutos, pequenos jogos vão ocorrer, você precisa saber interpretar bem o que o jogo está pedindo. Além disso, a qualidade individual e o poder de definição de alguns atletas acabam sendo importantes para uma definição de resultado. A partir disso, nós temos dentro do nosso elenco jogadores com essa capacidade. Por isso, a gente tem conversado individualmente com cada um. Sabemos que há atletas que podem render aqui dentro, porque já renderam aqui e em outras equipes, que têm algo a acrescentar para nós. Sendo assim, a expectativa é que eles possam, de fato, desabrochar nesse momento.”

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast