Vila Nova

Auxiliar técnico do Vila Nova analisa empate com Ponte Preta, comenta sobre estreia de Marlone e destaca: “a equipe evoluiu”

Confira!

Por: Matheus Carvalho 29/06/2022 01:08

 Substituindo Dado Cavalcanti, que foi expulso no jogo contra o Criciúma, Pedro Gama esteve à frente do Vila Nova no empate diante da Ponte Preta na noite desta terça-feira (28), no OBA. Nesse ínterim, o auxiliar técnico analisou o desempenho do Tigre principalmente no 2º tempo, onde a equipe teve o domínio e as melhores chances:

Não conseguimos pressionar muito e o Rubens acabou ficando distante, porque a gente distanciou muito a marcação. No 2º tempo, encaixamos melhor a marcação, conseguimos roubar mais alto e nossos ataques estavam mais próximos do Rubens e isso facilitava quando roubavam a bola. Isso nos deu mais forças para poder ficar a bola mais tempo, conseguimos criar boas chances e infelizmente mais uma vez, em alguns detalhes, essa vitória não veio.

Temos trabalhado bastante, feito algumas variações, os atletas têm se empenhado muito e hoje não foi diferente. Infelizmente alguns detalhes fogem da nossa mão. Sabemos que a torcida não pensa muito nisso, a gente também quer esse resultado e vamos continuar trabalhando por ele. Tabela não é favorável, mas é o que vamos continuar fazendo até o final“, analisou.

Pedro Gama fala sobre demora nas substituições

Com mudanças a partir dos 30′, do 2º tempo, Pedro explicou o porquê da demora em fazer as trocas. Ainda assim, comentou sobre a estreia e as condições de Marlone:

O Marlone vem de um período muito grande de inatividade. A gente sabia que, hoje, um tempo para ele seria muito. Então, tínhamos uma ideia de mais ou menos do quanto podíamos contar com ele. Entendemos que naquele início de tempo, estávamos conseguindo pressionar bem o time deles e tivemos vantagem ainda. Assim, a gente não quis desestabilizar a equipe de alguma forma, a partir do momento que entendemos que aquela nosso volume de jogo começou a declinar e decidimos mudar. Dessa maneira, para que voltasse aumentar o volume, o que acabou acontecendo no meio para o final. Por isso que as mexidas aconteceram neste momentos“, comentou.

Auxiliar comenta sobre evolução do Vila Nova 

Desde a chegada de Dado Cavalcanti, o Vila Nova teve semanas livres para trabalhar, porém nos jogos o desempenho do Tigre vem oscilando e sendo decisivo nos resultados. Nesse contexto, o auxiliar técnico comentou sobre a evolução do plantel, embora não entregue resultados:

EURODIESEL NOTICIA

A gente precisa separar evolução de resultado. Eu acho que a equipe evoluiu sim, mas , concordo, que não teve resultado. Temos responsabilidade e não fugimos dela jamais, mas vamos continuar trabalhando para que os resultados venham. Sabemos que os resultados dependem de inúmeros fatores. Vamos buscar esses fatores, enquanto tivermos forças, vamos trabalhar e analisar os jogos, como sempre fazemos. Acredito que precisamos separar essas duas coisas, a evolução que tivemos e os resultados, infelizmente, não estão vindo e nós vamos fazer vir, essa é a nossa expectativa”, disse. 

1 Comentário

  1. Vera Lucia disse:

    Esse auxiliar técnico falou, falou…… e só disse besteira. O Vila evoluiu em que?

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast