Vila Nova

Allan Aal se posiciona diante de alteração do calendário da CBF e aponta desgaste do Vila Nova após temporada na Série B

Técnico concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (04) , no OBA, em Goiânia.

Por: Pedro Marinho 06/11/2022 12:49

O técnico do Vila Nova, Allan Aal concedeu entrevista coletiva nesta sextafeira (04) , no OBA, em Goiânia. Diante dos questionamentos, o treinador comentou sobre alteração no calendário CBF, que afetou o Vila Nova na Copa Verde, quanto à prorrogação dos contratos do clube. Além disso, falou sobre a queda de rendimento do clube na últimas partidas, devido ao desgaste sofrido pelo elenco na Série B. Confira!

“Não adianta a gente sofrer com antecedência” diz Allan Aal sobre a prorrogação dos contratos. (Divulgação/ Vila Nova F.C.)

 

Como informado anteriormente pelas Feras do Esporte em primeira mão, as datas da Copa Verde sofreram alteração. Isso porque, a CBF julgou que o Vila Nova não poderia disputar partida contra o Sport no domingo pela Série B com o time reserva. Na configuração anterior, o Tigrão entraria em campo no sábado (05) e seguidamente no domingo (06).

No entanto, a alteração traz um entrave contratual. A decisão do campeonato regional foi definido para o dia 19, sendo que o encerramento dos contratos dos atletas estava marcado para o dia 15. Todo o planejamento da diretoria havia sido construída com antecedência encima do antigo calendário.

Sobre a possível prorrogação dos contratos, Allan demonstrou preocupação quanto aos planos dos jogadores: “Mesmo a CBF se pronunciando que não teria ônus pro clube essa prorrogação, entra também outro quesito: o planejamento do atleta. O que ele se planeja em continuar aqui ou não, vai depender exclusivamente da palavra final do jogador. Nós vamos esperar, mas não adianta sofrer por antecedência. A gente vai manter a base do nosso planejamento.”

Allan Aal fala sobre o desgaste do Vila Nova

Já se sabe que o Vila Nova fez uma grande campanha de segundo turno no Brasileiro Série B. Após um mal primeiro turno, terminado na lanterna com 14 pontos, o Tigrão engatou uma arrancada histórica e conseguiu garantir a permanência com rodadas de antecedência.

Contudo, durante a Copa Verde, o Vila não tem apresentado a mesma força. Mesmo contra adversários tecnicamente inferiores, o Colorado tem apresentado dificuldades para conquistar as vitórias. Isso se evidenciou principalmente na última decisão, contra o Real Noroeste, em que o time goiano venceu nos pênaltis em uma partida bastante acirrada.

Allan Aal diz que essa suposta queda de desempenho do Tigre se deve ao desgaste sofrido pela busca da permanência na Série B. Agora, na disputa regional o elenco vilanovense tirou uma grande pressão de suas costas segundo o treinador, fator que pode ter afetado na atuação.

“Pelo desgaste que tivemos. Nos jogamos praticamente vinte e duas decisões. Vinte e dois jogos que eram de vida ou morte, no bom sentido. Então, isso exige muito da gente, de todos nós. Os atletas não deixaram de treinar nenhum instante, mesmo com a situação definida na Série B. Nós não deixamos de cobrar, motivamos e incentivamos. Mas, é outro tipo de mentalidade, você tira toneladas das tuas costas. Então, o desgaste mental é muito grande e é o mais difícil de se recuperar.” afirmou o comandante.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast