Atlético-GO

Saída com data marcada? Adson não garante Mozart para próxima partida do Atlético-GO e treinador fala sobre insatisfação com seu trabalho no clube

Clima esquenta nos bastidores

Por: Teresa Prado 01/05/2023 12:40

Após mais um empate fora de casa, contra o Tombense, Adson e Mozart falaram em entrevistas coletivas sobre o trabalho do Atlético-GO. Assim, Adson fala sobre as falhas na defesa e que vai avaliar com calma a situação do clube. Além disso, Mozart mostrou que ainda está trabalhando com o grupo e os atuais resultados não estão bons. Saiba todos os detalhes com as Feras do Esporte!

>>> Entre no nosso grupo de WhatsApp e saiba tudo sobre o Dragão <<<

Possível saída de Mozart e avaliação de Adson

Adson não garante que Mozart entre em campo na próxima partida, nesta terça-feira (2). Além disso, falou que é necessário avaliar a situação com calma.

https://batershopp.com.br/

“Cada treinador tem sua forma de trabalhar, nós tivemos uma carência muito grande no futebol brasileiro. Hoje não é só jogador que está em falta, muito complicação em relação em treinadores que encaixam no perfil. Treinador não é só lidar com o treino e ir embora, precisa ver o clube, analisar o dia a dia, tem que ficar corrigindo toda hora. Precisamos fazer uma análise profunda porque o Atlético-GO não tem tempo a perder

“Nós temos peças muito boas, precisamos definir nosso time, não podemos mudar toda hora. Não vou ficar esperando muito, aguardando muito, tenho que pensar o que é melhor para o clube. […] A frente de tudo está o Atlético-GO, vou sempre buscar o que é melhor para o clube.”

Sobre o comentário de Adson, Mozart falou que é uma situação comum no futebol, praticamente nenhum treinador está garantido em seu clube. “Tenho as minhas convicções, principalmente na capacidade dos meus jogadores. Nós podemos avaliar como copo meio cheio ou meio vazio, eu analiso como copo meio cheio. Nós conquistamos cinco de nove pontos, agora nós temos dois jogos em casa.”

Além disso, o treinador fala que não está satisfeito com seu trabalho na equipe, e por mais que já tenha feito sete jogos, ainda está pouco tempo no clube. “Estou a quarenta e poucos dias só. É um espaço curto de tempo para poder enraizar as minhas ideias. Mas vejo que temos uma margem importante de crescimento e é em busca disso que vamos trabalhar.”

Atlético-GO em campo

“Quando você se omite e quer se defender, segurar resultado de um a zero e abaixa a linha. É evidente que nossa defesa tem que evoluir, erros de posicionamento e marcação. Mas eu confio no clube, o Atlético-GO vai se recuperar, nós vamos buscar alternativas a todo instante. Eu não estou acomodado, precisamos entender como a competição funciona. Quando o Atlético-GO começa a jogar no campo adversário ele é muito superior. A gente tem que se defender, é o que mais me preocupa neste momento”, diz Adson.

Além disso, Mozart comenta sobre diferença do time durante os primeiros 45 minutos e o segundo tempo. “Nós fomos melhores no 1º tempo e caímos no segundo, não podemos fazer com que isso se torne um padrão. Temos que criar chance e tentar matar o jogo. Precisamos encontrar um equilíbrio entre os tempos.”

2 Comentários

  1. Onei Gonçalves Martins disse:

    Realmente tem que melhorar a defesa! Mas não pode por na conta do técnico, a incompetência do Airton chegar cara acara com o goleiro, e não tocar do lado, com seu companheiro só!

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast