Campeonato Goiano

Futebol pelo Brasil

Vila Nova

Presidente do Colorado se revolta com a atuação da arbitragem na derrota para o Anápolis; “Eduardo Tomaz não merece apitar um jogo do Vila Nova”

O Tigrão perdeu para o Anápolis no último sábado (20), por 1 x 0

Por: Renata Akutsu 23/01/2024 14:52

A princípio, vale destacar que a 1ª derrota do Vila Nova no Goianão 2024 foi contra o Anápolis. Em resumo, a partida terminou com o placar de 1 x 0, no Estádio Jonas Duarte. Sendo assim, o Tigrão ocupa a 5ª colocação na tabela, com quatro pontos.

https://batershopp.com.br/

A saber, após a vitória do Anápolis, o Presidente do Vila Nova, Hugo Jorge Bravo, reclamou da arbitragem e ainda relembrou a derrota para o Grêmio Anápolis na final  do Goianão de 2021. Portanto, confira todos os detalhes da coletiva com as Feras do Esporte!

>>>>> Entre no nosso grupo de WhatsApp e saiba tudo sobre o Tigre <<<<<

A princípio, o presidente destacou o péssimo trabalho da arbitragem no confronto:

Eduardo Tomaz não merece apitar um jogo do Vila. Eu quero que ele justifique o que foi marcado naquele lance que invalidou o gol do Vila Nova. Como que o Fernandão fez uma falta no Allano por cima, dando uma cabeçada lateral? Como que ele não deu um pênalti ali no 1º tempo no Fernandão. Eu acho que foi pênalti. Não tinha porque o Fernandão cair naquela bola. Um cara que picota e amarra jogo do jeito que ele faz. Um cara que não dá cartão amarelo pro adversário, que quando o Vila tá com a bola o Vila não joga.

Toda vez é a mesma coisa, […] sempre as mesmas figurinhas na arbitragem de Goiânia. […] Eu não tô pedindo ajuda, nós estamos pedindo aqui uma arbitragem justa. […] Eu acho que o campeonato tá dando um salto de qualidade muito grande, mas ele não é digno da arbitragem que ele tem hoje.

A saber, o presidente ainda relembrou a final do Goianão de 2021, entre Vila Nova x Grêmio Anápolis: 

“Quem vos fala é um presidente que foi roubado na final do Campeonato Goiano [de 2021], dentro de casa. Um título que me arrebenta até hoje como presidente. […] Como que vai ficar? E aí sobra nas minhas costas, depois sobra nas costas do treinador”.

Além disso, Hugo Jorge Bravo ainda listou situações, envolvendo a arbitragem, que foram notificadas aos órgãos responsáveis: 

“Nós tivemos o clássico do ano passado, dentro de casa, no final da Série B contra Atlético-GO. Nós pedimos as imagens do VAR do primeiro gol do adversário e até hoje não responderam. A gente manifestou quando o seu Sávio, irmão do seu Wilton, fez aquela atrocidade contra o Vila lá na Arena do Grêmio. Nós estamos esperando a resposta até hoje. Nós representamos aquele árbitro que inventou um pênalti um pênalti em Criciúma. E nós estamos esperando a resposta até hoje”.

Por fim, por decisão da polícia, diversos torcedores do Vila Nova não conseguiram comprar ingressos para a partida em Anápolis. Acerca do assunto, Hugo finalizou: 

“Nós pegamos toda a carga que havia sido destinada e nós fizemos a nossa parte, para facilitar a vida do nosso torcedor. Nós pegamos os ingressos dos visitantes, os 700 ingressos, e vendemos lá no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. Vendeu praticamente tudo. O bem-estar do nosso torcedor, ele é da nossa responsabilidade.

[…] Eu fui avisado para pegar a carga que havia sido disponibilizado, 700 ingressos, Nós vendemos esse ingresso lá. Quem tem que informar que não vai ter venda de visitante aqui não sou eu”.

Agenda colorada

A saber, o próximo desafio do Tigrão é em Catalão. Em resumo, Vila Nova e CRAC se enfrentam na quarta-feira (24), na Arena Rifertil, a partir das 19h30. Além disso, vale desatacar que o Técnico Higo Magalhães deve rodar o elenco para esse confronto. Sendo assim,  nomes como Igor Bolt e deve começar como titular.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast