NOTA

As “Feras do Esporte” vêm a público manifestar sua indignação e repúdio em relação ao discurso machista e misógino proferido nesta segunda-feira (24), durante a transmissão do programa Esporte em Debate na Rádio Bandeirantes Goiânia, feito por um colega que estava na bancada. Entendemos que foi um ato de grande retrocesso, e de desrespeito não […]

Por: Danyela Freitas 24/01/2022 21:01

As “Feras do Esporte” vêm a público manifestar sua indignação e repúdio em relação ao discurso machista e misógino proferido nesta segunda-feira (24), durante a transmissão do programa Esporte em Debate na Rádio Bandeirantes Goiânia, feito por um colega que estava na bancada. Entendemos que foi um ato de grande retrocesso, e de desrespeito não apenas à funcionária-vítima, mas também a todas as mulheres.

Ressaltamos o repúdio a qualquer manifestação de pensamento ou ato que atribuem às vítimas responsabilidade parcial em crimes sexuais. E, enfatizamos que As Feras do Esporte e Rádio Bandeirantes, assim como a sociedade, setores públicos e privados, não podem permitir a propagação de ideias machistas e misóginas, mormente as que pregam a responsabilidade feminina em um crime sexual.

Em relação ao fato, informamos que foram tomadas todas as providências cabíveis em relação ao ex-funcionário, principalmente o devido amparo à vítima.

Por fim, as Feras do Esporte registram solidariedade não apenas às mulheres da instituição, mas a todas, que por vezes sofrem inúmeras e variadas formas de violência e desigualdade. Reiteramos, ainda, nosso apoio e luta por uma sociedade justa e de respeito às mulheres.

Nivaldo Carvalho (Diretor de Esportes)

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast