Futebol pelo Brasil

Vila Nova

Exclusivo! Leandro Bittar analisa momento do Vila Nova, fala de busca pelo acesso e exalta elenco: “grupo muito fechado, unido e trabalhador”

Vice-Presidente ainda fala sobre relação entre Claudinei Oliveira e a diretoria do clube

Por: Renata Akutsu 02/08/2023 11:29

Vice-presidente do Vila Nova participa do “Debate das Feras” e afirma que o time é considerado “um coitado, uma bagunça” /// Exclusivo! Leandro Bittar analisa momento do Vila Nova, fala de busca pelo acesso e exalta elenco: “grupo muito fechado, unido e trabalhador”

 

Na última terça-feira (1), o vice-presidente do Vila Nova, Leandro Bittar, participou do programa “Debate das Feras”. A participação, foi ao ar às 13h30, ao vivo do estúdio Ricardo Boechat, da BandNews Goiânia.

Primeiramente, o tópico abordado inicialmente no programa foi a atuação do Vila Nova nas últimas rodadas. Ao ser questionado sobre a cobrança da torcida depois de quatro jogos sem vencer, Bittar respondeu que a expectativa criada, em razão do trabalho que está sendo feito até o momento, é natural. Além disso, ele ressaltou que o importante agora é manter a calma, ter tranquilidade e analisar o trabalho todo, para não deixar que isso contamine o ambiente interno.

“Não vamos ficar sofrendo por antecipação olhando o final do campeonato nem ficar olhando para trás. A gente precisa provar que tem condições de dar essa resposta para o torcedor”.

Entretanto, Leandro destaca a importância do torcedor entender o momento do clube, que é especial. O Vila Nova alcançou, nesta temporada, a maior pontuação da história do clube na Série B, fato que não deve ser descartado. Ademais, o vice-presidente comentou sobre o ambiente interno do Tigre.

“Eu vejo hoje uma família, um grupo muito fechado, muito unido, muito trabalhador e experiente”. Leandro citou Donato, Marlone, Ralf, entre outros jogadores, como peças fundamentais para manter a tranquilidade dentro da equipe colorada.

A relação com o técnico Claudinei

Bittar comentou também sobre o trabalho de Claudinei Oliveira como técnico do Vila Nova e ressaltou que a diretoria e a comissão técnica sempre conversam sobre as decisões a serem tomadas no time. Agora, em relação ao sistema de jogo o vice-presidente afirma que “o técnico tem essa liberdade, ele está ali para isso, para escalar aquilo que ele considera o ideal. E ele que define esta estratégia. A decisão final vai ser sempre dele“.

Além disso, Leandro ainda foi questionado sobre a “teimosia” de Claudinei. “A gente entende e respeita as decisões dele. A teimosia, nesse caso, eu considero muito mais uma convicção e confiança naquele grupo que vem entrando, e que fez o vila chegar nessa posição”. 

Em seguida, o vice-presidente ainda comentou que vê na equipe um perfil para se recuperar da oscilação das últimas semanas. “A gente tem confiança no grupo e espero que a gente passe por essa fase negativa e vire essa chave o mais rápido possível”. Assim, Leandro destacou que o time tem uma oportunidade ideal para buscar a recuperação no confronto diante do Sport nesta quarta-feira (2).

O acesso para a Série A

O Vila Nova é um dos principais candidatos para conquistar o acesso à Série A, nessa temporada. Portanto, Leandro afirma que a equipe vem se preparando para esse momento a um tempo, “a gente tem feito esse trabalho não é de hoje, tem estruturado e dado condições para que o clube se credencie a esse acesso.”

Mudanças vêm sendo feitas na estrutura da sede do clube. Em resumo, Bittar acredita que o primeiro módulo será entregue até o final do ano.  As obras são para a construção de refeitórios, alojamentos para base, almoxarifado, entre outros espaços.

>>>> Entre no nosso grupo de WhatsApp e saiba tudo sobre o Tigre <<<<

Vale relembrar que o Vila Nova não esteve na Série A, neste formato atual, e o acesso seria uma ótima vitrine para a equipe colorada. Sendo assim, Leandro ainda destacou que este lugar de destaque também seria uma oportunidade para resgatar a imagem do clube, “o Vila Nova é colocado como um coitado, uma bagunça” afirma o vice-presidente que depois completa, “a gente é um dos 50 maiores clubes do país, a gente tem a nossa força e tem uma torcida imensa, apaixonada”.

Além disso, o vice-presidente comentou sobre o mérito da equipe ao conquistar os 35 pontos e fazer parte do G4, mas destacou a expectativa e a cobrança do elenco do time, da comissão técnica e da diretoria acerca do acesso.

“Com o grupo, a liderança e os nomes que a gente tem, se os jogadores chegarem aqui com menos do que essa busca pelo acesso, não faz sentido. E eu acho que a gente tem jogado para isso. Portanto, acho que a gente tem dado mostras de que a gente tem, sim, essa fome, esse desejo. Internamente a gente trabalha isso, com os pés no chão, mas sempre projetando essa busca pelo acesso”.

Próximos jogos do Vila Nova

Em uma janela de 25 dias, o Vila Nova jogará cinco partidas. Acerca disso, Bittar ainda destacou que o time possui um bom elenco, que possibilita o rodízio entre os jogadores. Além do mais, na janela de transferências, o clube trouxe reforços. Contudo, “a gente precisa ter inteligência e saber utilizar e rodar esse grupo na hora certa, para que a gente não sofra e perca jogadores por lesão”, destacou o vice-presidente.

Por fim, Leandro enfatizou a importância da presença da torcida colorada na próxima partida contra o Sport Recife nesta quarta-feira (2), às 21h30. “É um jogo decisivo contra uma equipe do G4. Vá para apoiar, para incentivar”. A saber, Bittar comentou que a atmosfera do OBA é importante e que joga a favor da equipe.

1 Comentário

  1. My family members always say that I am wasting my time here at web, however I know
    I am getting experience every day by reading thes good content.

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast