Futebol pelo Brasil

Vila Nova

Emocionado, técnico do Vila Nova assume responsabilidade pela derrota na última rodada da Série B; confira detalhes

O Tigrão terminou o campeonato com 61 pontos, ocupando a 8ª colocação na tabela

Por: Renata Akutsu 29/11/2023 00:56

O Vila Nova permanece na Série B em 2024. Dependendo apenas de si, o Tigrão foi derrotado pelo ABC no último sábado (15), no Frasqueirão, pelo placar de 3 x 2. Com o resultado, o time colorado não conquistou os três pontos e foi ultrapassado pelo Atlético-GO, que retornou ao G4 e garantiu o acesso.

Após a derrota, o técnico Higo Magalhães comentou sobre o resultado e a não conquista do acesso. Portanto, confira todas as informações com as Feras do Esporte!

>>> Entre no nosso grupo de WhatsApp e saiba tudo sobre o Tigre <<<

https://batershopp.com.br/

O técnico do Vila Nova avaliou a derrota para o ABC: 

“Esse último jogo valia tudo, e a gente não conseguiu repetir as ações que a gente vinha repetindo, principalmente, nessa última fase da competição. […] O vestiário está bem decepcionado. […] A energia estava muito forte, a confiança estava muito alta. A gente queria presentear o nosso torcedor, por tudo que foi construído aí nesses últimos jogos, mas hoje a gente não foi aquela equipe que a gente foi nas partidas anteriores. E é normal o vestiário estar como está ali dentro: machucado. O futebol é dessa forma, o futebol não perdoa. O futebol ele te oportuniza a oportunidade e ao mesmo tempo ele toma ela e hoje nós pagamos um preço muito alto, por não ter atingido o nível de performance que a gente tinha atingido antes”.

Além disso, Higo Magalhães comentou sobre o 1º tempo da equipe colorada: 

“O adversário foi feliz, principalmente, no momento de desequilíbrio do jogo, a ganhar confiança e fazer os gols que garantiu o resultado. […] Infelizmente essas coisas foram fugindo do controle, inicialmente. O adversário foi ganhando confiança, e a gente foi perdendo a confiança dentro do jogo. Foi isso. Quando a gente toma o gol houve um abatimento, até porque eles demoraram a dar resposta dentro do campo. […] A gente, ali do lado de fora, tentando estimula-los, porque teoricamente ainda faltava muito jogo, e as coisas foram fugindo do controle, até porque o gol não saiu logo”.

Acerca da responsabilidade da derrota, o técnico afirmou: 

“A verdade é que quando a gente está na frente da parte técnica a responsabilidade ela é toda nossa. Até porque a gente toma decisões. Devido essas decisões, ela vai condizer com um bom resultado, e tem momento que ela vai condizer também com o mal resultado. A gente acreditava muito, até porque a gente criou muitas situações para chegar nesse momento agora. […] Mas infelizmente no momento crucial, nós falhamos. O adversário aproveitou a nossa fragilidade e conseguiu matar o jogo, e principalmente tirar a nossa força.

Eu  não posso jamais ser ausentado numa situação como essa, e transferir qualquer coisa que seja para os atletas. Eu lá na frente, principalmente ali da área técnica, tenho que ser responsável […]. [Agora] é se levantar, perseverar, acreditar. Tenho certeza absoluta que hoje a dor é muito forte, mas amanhã eu vou levantar mais forte. Infelizmente fracassamos num momento crucial”.

2 Comentários

  1. Massive News disse:

    I just like the helpful information you provide in your articles

  2. I do not even understand how I ended up here, but I assumed this publish used to be great

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast