Por: Ana Lívia Luis Dias Colunista

O anseio dos goianos pelo Serra Dourada esbarra na poeira do tempo

EURODIESEL NOTICIA

Palco dos melhores momentos dos torcedores goianos, hoje vive um momento crucial em sua história.

Publicado em: 03/10/2023 14:36

Desde a pandemia de COVID-19 em 2020, Atlético-GO, Goiás e Vila Nova se fixaram em seus próprios estádios, investindo em melhorias e criando vínculos, deixando de utilizar o Estádio Serra Dourada.

Porém, podemos procurar cada torcedor goiano, grandes momentos de sua história aconteceram no mais famoso palco do futebol goiano, memórias, momentos, histórias, títulos e decepções passam por aquelas paredes. Logo, o vínculo afetivo entre Serra Dourada e torcedores é gigantesco, além da memória do amplo espaço para circulação. Assim se formou a corrente de muitos para os jogos voltassem a acontecer no Serra.

O Vila Nova mandou uma partida em 2022, vitória contra o Vasco da Gama, porém retornou logo para o Onésio Brasileiro Alvarenga. Em 2023, no Campeonato Goiano o Goiânia aproveitou a saudade da torcida do Goiás e sediou as quartas de final no estádio, ali, os primeiros problemas ficaram escancarados. Em seguida o Goiás foi obrigado pela CONMEBOL a disputar a partida contra o Estudiantes no Serra pela Sul-Americana e agora em setembro de 2023 o Vila Nova escolheu jogar contra a Chapecoense, para um público de 23 mil presentes.

https://batershopp.com.br/

No futebol moderno, o jogo é mais que os 90 minutos, o jogo é o mercado, a bilheteria, a arrecadação de bares e produtos, é o marketing para novos associados. Como um estádio inaugurado em 1975 abraça ideias de jogo moderno, de futebol business do século XXI sem uma reforma estrutural? A impressão de estar parado no tempo é além da estrutura, mas também no formato de negócio, com os clubes perdendo sua principal receita em jogos que é os bares. Com o aluguel desproporcional ao que entrega, impostos e taxa para federação.

Hoje quando tudo é rápido, temos poucos acessos às catracas, formando filas para entrada que culminam em torcedores entrando ainda no segundo tempo das partidas. Um dos seus atrativos, o maior estacionamento de um estádio do Brasil não pode ser utilizado pois está sempre sendo alugado para shows na tentativa de combater o completo abandono.

Os bares, ainda com as estruturas de 1975, enquanto Atlético-GO, Goiás e Vila Nova lucram com marcas e produtos. Indo além, comparando com grandes estádios que contam com praças de alimentação e lojas. Como disse, o futebol se tornou mais do que apenas o gramado, que além de tudo, hoje não é melhor que do Estádio Antônio Accioly, Onésio Brasileiro Alvarenga e Hailé Pinheiro.

Com tudo isso, entendo o anseio e paixão pelo Serra Dourada, eu mesma cresci dentro do estádio. Mas entendo que não é mais possível tocar dessa maneira, o futebol evoluiu e o Serra Dourada precisa também. Nos resta torcer para que isso aconteça rápido, seja com investimento público, iniciativa privada ou a coragem de algum clube para pedir o uso.



EURODIESEL NOTICIA

NOTÍCIAS

podcast