Vila Nova

Arthur Rezende fala sobre confronto contra o Bahia e avalia temporada do Vila Nova: “Que sirva de aprendizado”

O meia comparou ainda o desempenho da temporada atual com o último ano do time goiano.

Por: Pedro Marinho 19/10/2022 18:08

O jogador Arthur Rezende do Vila Nova concedeu entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (19), no OBA. Na ocasião, o meia, que recetemente completou 100 jogos com a camisa Colorada, expôs suas expectativas para o próximo compromisso, contra o Bahia. Além disso, atleta falou sobre a campanha do ano da equipe goiana na Série B. Confira com as Feras do Esporte.

Após vencer o atual líder Cruzeiro no OBA e praticamente garantir a permanência na Segundona, o Vila se prepara para as últimas etapas do campeonato. A saber, a próxima disputa é fora de casa, contra o Bahia, que está brigando para garantir o acesso. Arthur, que atuou anteriormente pelo tricolor nordestino, afirmou esperar um jogo difícil, que exigirá muito preparo por parte do elenco visitante.

“Imagino como vai estar a atmosfera lá. É um jogo que pode dar o acesso pra eles e dentro da casa deles. Acredito que vai ser um jogo muito difícil, a gente vai ter que se preparar pra uma atmosfera muito complicada. A torcida vai estar empurrando, o estádio vai estar cheio sem dúvidas. A gente tem que ir preparado psicologicamente, fisicamente e taticamente pra fazer um grande jogo.” afirmou o meia.

Campanha do Vila Nova na Série B 2022

O Tigrão vive um momento histórico no Campeonato Brasileiro. O time colorado passou por um difícil primeiro turno, terminado com apenas 14 pontos. No entanto, após 22 rodadas na zona da degola, a equipe fez uma impressionante campanha de reviravolta, com desempenho de g4.

Arthur comparou a temporada atual com a do último ano, quando o Vila também garantiu a permanência diante de uma má primeira fase. O atleta reconheceu, porém, que a situação foi mais turbulenta na atual temporada e afirmou que levará a experiência como aprendizado para as próximas disputas.

“Foram dois anos que a gente aprendeu muitas coisas, esse ano principalmente, que veio de ensinamento pra gente guardar pro ano que vem e fazer diferente. Se a gente faz um primeiro turno um mais equilibrado, hoje estaríamos falando de briga pelo acesso. Então, que isso sirva de aprendizado pra ano que vem a gente fazer um ano melhor.”

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast