Por: Nivaldo Carvalho Comentarista e Colunista

O Goiás sem o venerável camarada

EURODIESEL NOTICIA

Há pouco mais de um mês o futebol goiano mais precisamente o Goiás perdeu um dos maiores dirigentes de sua historia, Hailé Pinheiro a quem eu o chamava de Venerável Camarada pela adoração que tinha por parte dos funcionários do Clube  e por muitos conselheiros, com ele uma parte da historia do Verdão foi sepultada. […]

Publicado em: 20/10/2022 09:59

Há pouco mais de um mês o futebol goiano mais precisamente o Goiás perdeu um dos maiores dirigentes de sua historia, Hailé Pinheiro a quem eu o chamava de Venerável Camarada pela adoração que tinha por parte dos funcionários do Clube  e por muitos conselheiros, com ele uma parte da historia do Verdão foi sepultada.

Pode falar o que quiser do Venerável Camarada mas ninguém pode acusa lo de usar o Goiás para fins particulares. Claro que o esmeraldino dá projeção pra qualquer pessoa que o presida e essa projeção foi conquistada naturalmente por ele.

Hailé ao longo de 40 anos construiu e conquistou um poder politico tão grande no Verdão que encontra equivalente talvez, somente com o Petraglia no Atlético Paranaense. Ninguém nos últimos 30 anos se tornou presidente do Clube sem as bênçãos do Venerável Camarada e olha que ele escolheu uns presidentes bem ruins nesse período mas outros muito bons que fizeram o Goiás avançar.

EURODIESEL NOTICIA

Tem muita gente da oposição de olho no legado de poder do Hailé mas resta saber se esse pessoal terá a habilidade e a capacidade dele para construir essa rede tão forte de influencia. Os herdeiros naturais são Edminho Pinheiro o sobrinho que parece filho e o próprio filho o atual presidente Paulo Rogerio Pinheiro. Eles terão que ter muita habilidade para que o Verdão não caia nas mãos de aventureiros. Até agora eles não mexeram nenhuma pedra nesse tabuleiro. Se tornar uma S/A estaria em seus planos?



https://batershopp.com.br/

NOTÍCIAS

podcast