Goiás

Pedro Raul é alvo de gritos homofóbicos da torcida do RB Bragantino, que emite nota de repúdio e promete identificar autores; assista

Veja o vídeo do momento

Por: Danyela Freitas 18/09/2022 15:44

Em jogo que começou às 11h neste domingo (18), 27ª rodada do Brasileirão, Bragantino e Goiás empataram no Estádio Nabi Abi Chedid. Alerrandro abriu o placar para os donos da casa e, mais tarde, Pedro Raul deixou tudo igual após cobrança de pênalti. Na comemoração do gol, o atacante esmeraldino comemorou com as mãos nas orelhas, gesto que vem se repetindo sempre que o jogador balança as redes adversárias.

Entretanto, a partir de reclamações dos jogadores do time paulista, o árbitro José Mendonça da Silva aplicou o cartão amarelo ao camisa 11 do Goiás. A princípio, segundo a arbitragem, Pedro Raul teria provocado a torcida do Bragantino. O atacante, por sua vez, foi alvo de gritos homofóbicos vindo de torcedores do Massa Bruta, como o uso pejorativo do termo ‘viadinho’.

Durante a transmissão do canal Premiere, o narrador Sérgio Arenillas e a comentarista Fabíola Andrade falaram sobre os gritos direcionados ao jogador esmeraldino. Por fim, o árbitro da partida relatou em súmula sobre o ocorrido, mas garantiu que os gritos não teriam ocorrido novamente. Confira, portanto, o vídeo com reprodução do ge:

https://batershopp.com.br/

Bragantino emite nota de repúdio

O Red Bull Bragantino repudia os gritos homofóbicos que, infelizmente, foram ouvidos hoje no Nabizão. O clube vem a público manifestar sua indignação com o ocorrido, pedindo desculpas ao jogador do Goiás, vítima das agressões verbais, e aos demais torcedores presentes em nosso estádio que, como nós, não compactuam com tais atos. O clube reforça, ainda, que irá trabalhar para ajudar a identificar os autores, assim como não medirá esforços para que o Nabizão seja, sempre, um ambiente acolhedor para todos os seus torcedores.”

Pedro Raul exalta mais um gol no Brasileirão e critica arbitragem: “Não tem critério”

Feliz pelo gol e por ajudar nossa equipe mais uma vez. Seis jogos sem perder no Brasileirão é uma marca para se considerar. Jogamos aqui contra um adversário direto e mantivemos os três pontos de diferença que temos a mais. Portanto, parabenizo o pessoal pela entrega, porque é difícil jogar aqui, é difícil jogar nesse horário [às 11h]. No entanto, temos que passar por cima de tudo. Lamento o cartão amarelo que tomei. Não pode mais comemorar. Eu comemorei meus 15 gols da mesma maneira, com a mão na orelha, aí logo hoje o árbitro achou que eu estava provocando. Não tem critério. Com isso, ele me tirou do próximo jogo, que também é um confronto direto. Por fim, parabenizar nossa equipe. Lutamos, fomos atrás do resultado e merecemos o empate”, falou o atacante ao microfone do Premiere após a partida.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast