Flamengo

Goiás

Após empate com Flamengo, presidente do Goiás detona arbitragem de Ramon Abatti Abel e dispara: “um lixo”

Paulo Rogério Pinheiro também mandou recado ao presidente da CBF e a Wilson Luiz Seneme

Por: Danyela Freitas 12/09/2022 00:36

Na noite de domingo (11), com empate polêmico por conta de gol a favor do Flamengo, a equipe carioca e o Esmeraldino empataram pela 26ª rodada do Brasileirão. A partir disso, após o jogo, o presidente do Goiás criticou o árbitro Ramon Abatti Abel e também o assistente Kléber Lúcio Gil. 

Além disso, Paulo Rogério Pinheiro mandou recado a Wilson Luiz Seneme, que preside o Comissão de Arbitragem da CBF e também ao presidente da própria CBF. Confira tudo com as Feras do Esporte.

Comandante esmeraldino se revolta com arbitragem

O Edminho Pinheiro já tinha avisado [sobre o árbitro]. Todo mundo sabia que esse árbitro é fraco. Quem marca impedimento depois de tiro de meta? Ele prejudicou os dois clubes, principalmente o Goiás, por conta do gol que foi confirmado. Essa arbitragem do Brasil é um lixo. Tem que profissionalizar os árbitros brasileiros. Chega de tanta palhaçada! Não dá mais para ser assim. Um time que tem R$ 800 milhões contra um time que tem R$ 45 milhões de receita não precisa disso.

Sendo assim, a arbitragem brasileira tem que ser repensada. Não adianta ficar trocando o presidente. Chega de árbitro amador! Um árbitro de Série A apitar impedimento de tiro de meta é ridículo. Pensa, Wilson Luiz Seneme, sobre o que vocês estão fazendo com a arbitragem brasileira. Já é chacota no mundo. Não vamos ter árbitro de VAR na Copa do Mundo. Chega! Chega de prejudicar o Goiás! Vocês não darão conta de rebaixar o Goiás. Ninguém sabe quem são esses árbitros de VAR.

Esconderam eles lá no Rio de Janeiro. Está ridículo! Além disso, esse bandeirinha deveria ser suspenso por 60 dias. Ir para a escolinha? Só se for para ‘Escolinha do Professor Raimundo’, porque eles não aprendem. Esse bandeirinha [Kléber Lúcio Gil], por exemplo, deveria pedir demissão do quadro de árbitros da CBF. Ninguém vê como os árbitros são sorteados para as partidas.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, eu apoio o senhor e, inclusive, fui o primeiro a assinar sua chapa. Contudo, o senhor tem que bater na mesa e fazer alguma coisa. O Ramon Abatti Abel não deveria mais poder apitar um jogo do Flamengo. Ele prejudicou o Palmeiras deliberadamente. Onde está a coerência do futebol brasileiro? A saber, já tentei falar com o Seneme várias vezes, mas ele desdenha a gente.”

Presidente do Goiás analisa duelo contra o Flamengo

Fomos raçudos, jogamos de igual para igual. Além disso, tivemos as melhores chances de gol e mostramos que não estamos para brincadeira. Sei do que somos capazes. No entanto, vem um árbitro e tenta prejudicar nosso trabalho. Portanto, presidente da CBF, faça alguma coisa. Esse bandeirinha tem que perder o escudo FIFA e apitar sub-15.”

1 Comentário

  1. Renata Carvalho Batista disse:

    A CBF tem que exigir os certificados dos árbitros, pois muitos nem deve ter curso de arbitragem ou até trazer árbitros de fora para dar treinamentos ao árbitros daqui.
    Vergonha para CBF levar esses árbitros para apitar na Copa do Mundo.

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast