Atlético-GO

Adson Batista analisa duelo diante do Juventude e projeta ‘grande decisão contra Chapecoense’

Presidente já mira próximo jogo do Dragão!

Por: Danyela Freitas 23/11/2021 22:49

Após empate em 1 x 1 com o Juventude, o Atlético-GO já mira próximo jogo contra a Chapecoense, na próxima rodada da Série A do Brasileirão, nesta sexta-feira (26). Primeiramente, Adson Batista, presidente do clube goiano, analisou o jogo e, em seguida, já mirou o duelo diante do time catarinense.

“O Atlético fez um grande jogo. [O erro do Cairús] Foi uma fatalidade, coisa que acontece no futebol. Infelizmente temos que entender que em certo momentos não podemos cometer alguns erros. Contudo, continuamos na nossa caminhada, mantenho a confiança em alta. Evidentemente alguns jogadores ficam muito pressionados nesses jogos decisivos. Foi uma partida muito difícil, na qual todo mundo joga no limite. Agora, vamos viajar nesta quarta-feira (24) e fazer uma logística para não ter tanto desgaste. Jogo de três em três dias fica muito complicado. Além disso, temos uma grande decisão contra a Chapecoense na sexta-feira (26)”, finalizou Adson Batista.

Saiba como foi Atlético-GO x Juventude

1º tempo: Atlético é melhor, mas não inaugura o placar

Antes de mais nada, o jogo começou com boas chances para os dois lados. Em primeiro lugar, aos 3’, Brian Montenegro tocou para Janderson, que, de bico, mandou para fora. No minuto seguinte, o Juventude respondeu. Assim, Wescley cruzou fechado e, antes do atacante do time gaúcho chegar, Fernando Miguel afastou o perigo.

EURODIESEL NOTICIA

Posteriormente, o Atlético-GO começou a pressionar, chegando outras quatro vezes à meta gaúcha, duas com André Luís, uma com Janderson e outra em cruzamento de Dudu. No entanto, o Dragão não conseguiu ser eficiente e mandar para o fundo das redes. Após os 20’, o duelo deu uma esfriada.

Aos 32’, o goleiro rubro-negro, com problemas estomacais, teve que ser substituído. Logo, Luan Polli assumiu a meta do Atlético. Tentando equilibrar as ações ofensivas, o Juve valorizou a posse de bola e se postou bem. No entanto, o Dragão que chegou com mais perigo. Por fim, a etapa inicial terminou num empate sem gols.

2º tempo: um gol para cada lado

Primeiramente, o técnico Jair Ventura tirou o meia Wescley para colocar o atacante Capixaba. Com isso, o Juventude voltou do intervalo mais agressivo. Aos 11’, Sorriso cruzou para Vitor Mendes desviar de cabeça, mas bola passou rente à trave do goleiro Luan Polli. Na sequência, o treinador Marcelo Cabo promoveu a entrada dos atacantes Ronald e Zé Roberto.

Inclusive, o último foi quem abriu o placar. Aos 16’, Zé Roberto pegou rebote, driblou o marcador e inaugurou o marcador no Accioly. Posteriormente, os donos da casa continuaram em cima. No entanto, o Juventude não desistiu e buscou o empate no finalzinho. Sendo assim, aos 43’, Chico fez boa jogada pelo meio e tocou para Ricardo Bueno deixar tudo igual: 1 x 1.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


NOTÍCIAS

podcast